Seniores – 18ª Jornada do Campeonato (vs. Rio Ave FC B)

Chuva, carecas, cambalhotas e guardas-de-honra

No passado Sábado pelas 17h00 fizemos a deslocação a Vila do Conde para vermos o Sport jogar frente à equipa B do Rio Ave FC em partida antecipada da jornada 18. Na “volta” anterior fizemos o nosso relato nas redes sociais em modo remote e sob o olhar insatisfeito da nossa Maria que não entende que o nosso amor pelo SC Rio Tinto não tem direito a férias. Activamos o roaming e vibramos com um jogo que não vimos mas que nos fez vibrar mesmo dada a distância. Partimos para Vila do Conde com bastante ansiedade e motivação para vermos se irá ser, ou não, um jogo igualmente emotivo.

Partimos tarde de Rio Tinto, quebramos algumas regras de limite de velocidade mas conseguimos chegar ao Estádio dos Arcos com 10 minutos de sobra e sem multas. A Casa do Sport Clube de Rio Tinto de Portimão está a postos em modo “remote” para nos ajudar com o relato no facebook e tentamos entrar na bancada coberta do campo secundário do Estádio Dos Arcos, onde a entrada nos é barrada por ser “apenas para adeptos do Rio Ave e o senhor vem com um cachecol com as cores da outra equipa“, “Mas o meu bilhete diz bancada coberta e eu tenho que tirar fotos e a máquina não é à prova de àgua e está a chover como pode ver“, “pode entrar mas tem de tirar o cachecol“.

Pensamos durante 2 minutos nas possibilidades que nos são dadas, engolimos um sapo e metemos o cachecol para dentro, afinal de contas a máquina é nossa e somos pessoas respeitadoras. Seria igualmente respeitoso haver bancada coberta tanto para os visitantes como para os visitados.

Fica a nota para quem estiver a pensar em contruir complexos desportivos ao lado do estádio “principal” para ter em conta as condições dos adeptos, tanto os da casa como os de fora.

Primeira Parte

Matos, Simão, Jorge Pereira, Boni, Macieira, Andrézinho, João Novais, Pedro Rocha, Ricardinho, Maga e Bruno Teixeira

Matos, Simão, Jorge Pereira, Boni, Macieira, Andrézinho, João Novais, Pedro Rocha, Ricardinho, Maga e Bruno Teixeira

O Sport alinha com o mesmo onze do jogo anterior (Matos, Simão, Jorge Pereira, Boni, Macieira, Andrézinho, João Novais, Pedro Rocha, Ricardinho, Maga e Bruno Teixeira.

Chuva Molha-tolos e ambiente frio em Vila do Conde

Começou a chover durante a nossa viagem e nunca mais nos livramos da chuva “molha-tolos”, os primeiros 20 minutos são de controlo de bola da equipa da casa, sem grandes oportunidades de perigo iminente mas com completa posse de bola.

A certa altura começamos a reparar que um jogador do Rio Ave quando quer pedir bola “grita”, lembram-se do Pablo que jogou no Sport? Era pior. Fez-nos lembrar quando vamos passear para o Portugal profundo e passamos por um rebanho de ovelhas e o pastor anda ali a chamar por elas, esse tipo de “berrinhos”. Aos 19 minutos o “Pastor” (número 11 nas costas, não sabemos o nome) teve um remate de belo efeito mas a bola é defendida para canto. Aliás o “Pastor” foi um dos melhores jogadores em campo, na nossa óptica claro está. O Sport tenta equilibrar o jogo com meia dúzia de jogadas de bola controlada mas sem nunca criar perigo. 

Ao minuto 22 o Número 4 consegue bater Matos já dentro da grande área e abre o activo no marcador. Ao minuto 25 mais um cabeceamento perigoso para a baliza de Matos mas sem concretização, até que aos 27′ Bruno Teixeira surge sozinho dentro da área e bate o guardião vilacondense. 

Bruno Teixeira a defender, para além de facturar!

Perto da meia hora de jogo o Pastor teve uma finta de belo efeito sob Boni mas Matos acabou por resolver a situação, já no final da primeira parte o número 9 aparece isolado frente a Matos mas remata por cima do travessão.

O fiscal-de-linha começou então a ser brindado com uma bela colecção de insultos pelo facto de ser careca. Rapidamente nos lembramos da pelada que temos na nuca e que parece que está cada vez maior, vasculhamos a mala e lá encontramos o sagrado ansiolitico que acaba por nos sossegar. Olhamos para trás e vemos que o dono dos insultos tem as “entradas” do cabelo bastante pronunciadas e basicamente tanto ele como o fiscal-de-linha têm o mesmo cabelo, usam é cortes de cabelo diferentes.

 

O Juiz Careca

Intervalo, Ambiente e Bar

Chegado o intervalo saimos do recinto para ir ao bar que fica na bancada do estádio principal. Queremos acreditar que o Estádio principal não é servido por este bar dado o tamanho e a oferta de produtos (in)existente. Damos uma mijinha e bebemos um daqueles cafés de cápsula, olhamos para o pão com chouriço mas achamos melhor não abusar na sorte.

Segunda Parte

Maga a dar a cambalhota no marcador e pinotes em Portimão!

Recomeça a partida e Magalhães no lado esquerdo do ataque faz o segundo golo para o Sport, contemos a emoção e festejamos timidamente a reviravolta, apostamos que estavam aos pinotes em Portimão.

Aos 55′ o Rio Ave tem um bola que bate com estrondo na barra de Matos. Nos entretantos Simão sofre uma falta e é assistido pelo Mágico Leo. Aquando da sua re-entrada em campo Simão é brindado com os habituais “ai já tás bom num é?” e começou a ser apelidado de Manhoso. Ora, durante a segunda parte Simão, teve uma série bastante positiva de cortes “manhosos” (leia-se fundamentais) e outras tantas incursões manhosas pelo ataque do lado direito.

Simão a preparar-se para mais uma de manhoso.

O Rio Ave tem mais uma bola que bate no poste e que Jorge alivia para fora e Pedro Ferreira promove a primeira substituição da noite, sai Ricardinho e entra Paulo, aos 70 minutos sai Novais por troca com Careca e Maga por troca com Diogo.

Nesta altura apercebemo-nos que o Sport tem um meio-campo como já não viamos há muito tempo, Andrézinho, Careca, Carlos Sousa, Pedro Rocha e Novais, não nos lembramos de um miolo tão forte desde que fazemos estas crónicas.
O Rio Ave continua a ter mais posse de bola (não tão pronunciada como na primeira parte) mas não consegue materializar, cria perigo de bolas paradas e o Sport aproveita o contra-ataque para tentar sentenciar o jogo. Aos 80′ Paulo tem um belo remate mas esbarrou no guardião do Rio Ave.

A Guarda de Honra à Guarda de Honra

Os insultos ao fiscal-de-linha intensificam-se e dois adeptos vilacondenses levantam-se e vão apanhar chuva para a beira do muro do campo, basicamente fazer uma espécie de Guarda de Honra ao juiz de linha, passados poucos segundos estes 2 adeptos tiveram eles mesmos direito a Guarda de Honra por parte de dois agentes da autoridade. A primeira Guarda de Honra não gostou e acusou a segunda de se colocar à frente deles e não os deixar ver a bola, apesar de a primeira Guarda de Honra se ter posto de pé a tapar a visão a quem estava sentado na bancada. Esta primeira Guarda de Honra não nos parece que que tenha muito sucesso ou conhecimento do conceito de lógica.

Boni a marcar um livre.

Até ao final do encontro Boni e Macieira (por duas vezes) tentaram alvejar a baliza do Rio Ave mas o Chico deve ter as bolas com os bares errados porque das 3 vezes os livres calharam francamente mal.

 

Galeria

Destaques e Táctica de Bancada

A equipa do Sport aguentou bem a pressão dos locais, que teoricamente seriam bastante melhores, e conseguiu dar a volta ao marcador com bastante clareza. Toda a equipa esteve num bom plano, anulando, quando possível, as incursões no ataque dos locais e construindo bom futebol até à baliza adversária. Rocha e Novais confirmaram que são reforços a sério e nota-se que a equipa está cada vez mais entrosada e junta.
A equipa do Rio Ave, apesar de aparentemente ser composta por jogadores jovens é uma equipa que troca bem a bola e de certa forma acabou por ter algum azar (bolas nos ferros) e tem no “Pastor” um jogador com grande potencial.
No final ainda tivemos de abrigar o motorista dos visitantes até à camioneta, não fosse o homem apanhar uma maleita com a chuva que se manteve constante.

DateMatchScore
20.01.2018, 17:00Rio Ave FC "B" - SC Rio Tinto1 - 2
21.01.2018, 15:00AD Grijó - Leça FC1 - 2
21.01.2018, 15:00CF Oliveira do Douro - SC Dragões Sandinenses2 - 1
21.01.2018, 15:00FC Infesta - FC Maia Lidador2 - 1
21.01.2018, 15:00Padroense FC - Boavista FC "B"1 - 2
21.01.2018, 15:00UD Lavrense - Pedrouços AC0 - 1
21.01.2018, 15:00Valadares Gaia FC - CD Candal1 - 0
21.01.2018, 15:00Varzim SC "B" - FC Avintes0 - 1

Próxima Partida

Com esta vitória o Sport ocupa a 7ª posição da tabela a 8 pontos da zona de qualificação. A próxima partida da nossa equipa é já dia 28 de Janeiro onde recebemos a AD Grijó que ocupa a 12ª posição no Estádio Cidade de Rio Tinto. Relembramos que na primeira volta em Grijó o jogo ficou 0-0. O histórico de confrontos entre as duas equipas conta com 6 empates, 6 vitórias e 3 derrotas.

 

Esta crónica/sátira é exclusivamente da autoria do Sérgio que não percebe nada de bola, vê mal ao longe, escreve como aprendeu na escola (sem AO) e não aceita (nem faz) crónicas/sátiras por encomenda.

Comentários

Deixe uma resposta