Jogo Extra – Luís Mesquita

Entrevistamos no passado sábado, o responsável máximo pela Formação do Clube, e Vice-Presidente da Direção, sobejamente conhecido pela massa associativa do Sport Clube de Rio Tinto, de seu nome Luís Mesquita, que nos deixou o seguinte registo:

Bilhete de Identidade
Nome
: Luís Manuel da Cruz Mesquita
Associadonº: 267
Naturalidade
: Massarelos
Nacionalidade: Portuguesa
Data de nascimento: 28-07-1963

 

Quem é o Luís Mesquita?
Enquanto profissional, trabalha numa empresa de fotografia, numa marca conceituada, enquanto cidadão, é casado, tem três filhos, um deles atleta do SC Rio Tinto.
No que diz respeito ao clube, joguei aqui muitos anos. Por causa do meu filho mais velho, que começou a jogar aqui, já fiz parte de algumas direções há alguns anos, com algumas paragens pelo meio. Pela parte que me toca, farei sempre tudo o que poder para ajudar o SC Rio Tinto. É um prazer para mim.

Quando aceitou o convite para dirigir a Formação do Clube, fê-lo de forma imediata, ou, pelo contrário, teve que refletir?
Quando esta direcção foi formada, e o Presidente Jorge Pina me convidou para ser vice-presidente do clube, mais ligado às camadas jovens, eu aceitei de imediato, sem dúvida.

Variadíssimas pessoas, de vários quadrantes do Clube, têm feito uma referência positiva ao trabalho desta Direção, de que faz parte! Considera que a actual equipa de dirigentes do Clube pode levar o Clube a atingir patamares mais altos?
Claro que sim, pelo menos é o que tentamos fazer e transmitir isso a todos. Para estar aqui requer muita disponibilidade das pessoas que estão ligadas, na maior parte das vezes tirando tempo para outras coisas que também são importantes na vida de cada um, e as pessoas estão aqui para fazer crescer o Clube e fazê-lo atingir patamares mais altos.

JOGO_EXTRA_dentrolm02

O que considera mais importante na formação de um atleta?
Primeiro temos que olhar numa vertente social/humana, para que o atleta quando venha para aqui se sinta bem, só depois olhamos para a qualidade do atleta, e aí temos bons treinadores para os potenciarem para que possam atingir o patamar sénior.
Tentamos arranjar os melhores treinadores que conseguimos, para que o trabalho que queremos seja bem feito. Temos pessoas capazes no SC Rio Tinto.

Temos constatado, existir um esforço no sentido de formar bem! Este espirito é para manter?
Sim, claro que sim. A prova disso é que na última temporada, tivemos bastantes atletas das nossas camadas jovens nos seniores, o que é bom e é um exemplo face a outros clubes. Dá confiança a todos os nossos atletas das camadas jovens para trabalharem e evoluírem para um dia chegarem ao escalão sénior. Todo o trabalho está vocacionado para que no futuro o Clube possa usufruir do trabalho que se faz nas camadas jovens. É de louvar para nós, acho que é um projeto aliciante do Clube. Pelo  que vejo e pelo que sei, pelo menos num raio em que nos movemos, nós somos um exemplo com condições mínimas.

Qual, ou quais a(s) maior(es) dificuldade(s) com que se depara no seu dia-a-dia?
Principalmente as instalações, torna tudo mais difícil. Temos os dirigentes que queremos, mas as coisas até aí se tornariam mais fáceis se tivéssemos condições mais condignas. Quer queiramos quer não e eu digo isso a bastantes pessoas, vejo que o Clube está dividido em dois, os de lá de cima e os de lá de baixo, isto não é por mal, é o quotidiano do Clube que leva a isto. Estamos sempre pendentes dos esforços dos diretores, quer na formação quer nas camadas jovens, do esforço do “Chico”, do tratador da relva, que tem de marcar os dois campos, no estádio e na ferraria. Dentro daquilo que é possível tentamos ter as nossas instalações o melhor que pudermos, mas as coisas velhas estão sempre a precisar de remodelações. Há sempre dificuldades no dia-a-dia, mesmo que mínimas que sejam. Se tivéssemos as instalações juntas seria mais fácil para o Clube, haveria menos pessoas e mais rotatividade dessas mesmas pessoas. Ser dirigente nos dias de hoje é difícil, com estas condições, mais difícil se torna. 

Temos acompanhado a forma como se dedica e empenha quando tem que organizar algum evento que envolve os nossos atletas. Tem sido para si um prazer e uma realização pessoal proporcionar todas as condições aos nossos treinadores e atletas?
Claro que sim. A parte dos eventos, é uma parte social do Clube e que cada vez mais terá de estar virado para aí, porque é bom para os associados, para os adeptos e para o restante público. Com estes eventos que têm sido realizados o Clube exterioriza-se e chama mais pessoas. Para mim é uma realização pessoal imensa, sem dúvida.

JOGO_EXTRA_dentrolm05

Sabemos que o seu trabalho, não é um acto solitário. Fale-nos um pouco da equipa que coordena e que tão bons resultados tem conseguido.
Coordeno a equipa juntamente com dois colegas meus, o Joaquim Freitas e o Miguel Campos. A nossa formação está dividida por áreas, administrativa, comunicação, a definição das pessoas do departamento médico para os jogos, assim como toda a logística dos próprios jogos. A minha parte é mais técnica, mais ligada aos atletas e aos treinadores, estou mais próximo do coordenador técnico, António Oliveira. Está tudo muito bem definido, para que também os nossos colegas de Direcção sintam que as coisas estão bem organizadas e que façam o seu trabalho com os respetivos escalões, As pessoas estão contentes. Temos uma equipa capaz para ultrapassar todos os desafios que aí vêm. 

Apesar de todas as dificuldades, o interesse pela nossa Formação tem-se mantido! Qual é o segredo deste sucesso?
No fundo, chegamos à conclusão, é que conseguimos ser competentes com os nossos jovens, que nos preocupamos com eles. Não quero que se faça muito ênfase a isto que vou dizer, mas verificamos que cerca de 40% dos nossos atletas têm problemas de vária ordem e ao virem para o treino sentem que têm várias pessoas, treinadores, diretores e colegas que se preocupam e ajudam para o bem estar deles, essa é uma das formas dos atletas gostarem de estar aqui, de representar as nossas cores.
Apesar das condições mínimas, também temos bons treinadores, o que permite a evolução deles.
Estamos a formar bem e para nós, temos os melhores atletas e tudo faremos para cada vez evoluir mais. 

Partilha da nossa opinião quando dizemos que a melhor publicidade que se pode fazer ao trabalho realizado por si e pela sua equipa, é aquela que os pais dos nossos atletas levam de boca em boca?
Sim, claro. Os pais têm muita influência nisso e nós dirigentes sabemos disso, principalmente até aos 14/15 anos em que os pais são muito participativos e veem o trabalho que é realizado pelo Clube, que acredito que para a larga maioria é bastante satisfatória. Os pais são muito importantes para o Clube, até para o transporte dos atletas para os jogos, sacrificando o seu tempo e os seus automóveis para nos ajudar.

JOGO_EXTRA_dentrolm01

Como é que define, hoje, o SC Rio Tinto?
O SC Rio Tinto é um Clube inovador, com equipas bem formadas e delineadas em vários setores, inclusive na parte em que estamos a tratar hoje, na da comunicação para o exterior. Um Clube que ao longo dos últimos 6 anos deu um salto administrativo enorme. Tenho a certeza absoluta que ao nosso nível seremos dos melhores na AF Porto. As perspectivas são muito boas, porque estamos a trabalhar bem. Uma prova disso é a nossa equipa sénior, que tem feito um trabalho muito bom. O Clube está a crescer sustentadamente.

Por último, pedimos que deixe uma mensagem a todos os Riotintenses.
A mensagem que eu quero passar, é para as pessoas acreditarem no Clube, independentemente das pessoas que estão ligadas. Somos um Clube sério, com pergaminhos e que quer crescer. Todos juntos é muito mais fácil.
Ao nosso Diretor, Luis Mesquita, deixamos aqui o nosso mais profundo agradecimento por tudo quanto de si tem dado ao nosso Sport Clube de Rio Tinto. A grande dedicação, a grande paixão, que coloca ao serviço do nosso clube, muitas vezes prejudicando a atenção devida à sua vida familiar, demonstra o quanto está empenhado em levar bem ALTO o nome do nosso clube e é esta qualidade de dirigentes que tanto nos orgulham.

Por nós, só queremos expressar-lhe de forma muito clara, o nosso MUITO OBRIGADO, por nos ter concedido esta entrevista.

Força Sport Clube de Rio Tinto!

Deixar uma resposta