Jogo Extra – Jorge Pereira

Esta semana, o nosso convidado é o Jorge Pereira do plantel senior.

Bilhete de Identidade
Nome:  Jorge Miguel Lopes Pereira
Idade: 25 anos
Naturalidade:
Nacionalidade: Portuguesa
Altura: 1,83m
Peso: 
76kg
Posição: Defesa Central
Número: 5
Percurso: Sport Progresso (00/01 a 09/10)
União Nogueirense FC (10/11, 12/13 e 13/14)
SC Rio Tinto (14/15)

 

Quem é o Jorge dentro do campo? Como é que te defines?
O Jorge dentro de campo é um jogador que tenta dar tudo, esforça-se sempre ao máximo. Costumo dizer que quando não vai na qualidade, vai no esforço (risos). Duma maneira geral, tento sempre sair a jogar, porque o jogo deve ser construído de traz para a frente, e eu tento cumprir isso, sendo que nem sempre dá.

E fora do campo? Interesses?
Gosto de ir ao cinema, de jogar playstation, de estar com os amigos, o normal.

Fizeste recentemente 25 anos, que perspetivas tens para o futuro, a nível desportivo e pessoal?
A nível desportivo, claro que gostava de viver do futebol, de ser jogador profissional, que é um grande objetivo meu, sei que é difícil, mas trabalho para isso. A nível pessoal, acabei recentemente um mestrado em Educação Física, claro que num futuro próximo gostaria de dar aulas, sei que também é complicado, mas vamos ver, penso que tenho boas perspetivas para o futuro.

Ingressaste esta temporada no SC Rio Tinto, com que olhos vias o Clube do lado de fora e como vês o clube agora?
Do lado de fora, apesar de não conhecer muito o que era o SC Rio Tinto, não tinha a melhor imagem, pois o que se dizia é que o Clube não pagava aos jogadores, até pelo estado do relvado, pois sempre que vinha cá jogar a relva estava em más condições. Agora, que estou dentro, é totalmente o contrário daquilo que tinha na minha mente, pois não tenho nada a dizer sobre os pagamentos, mas também temos boas condições para desempenharmos um bom trabalho. O campo está muito bom, o “Chiquinho” (Técnico de manutenção) tem feito um grande trabalho. 

Dupla Opção:

Cristiano Ronaldo ou Messi?
Cristiano Ronaldo.

PES ou Fifa?
PES.

Verão ou Inverno?
Verão.

TV ou internet?
TV.

Golo ou assistência?
Golo.

Quando o SC Rio Tinto te fez o convite, como é que reagiste?
Primeiro, fiquei bastante contente, porque é sempre bom o nosso trabalho ser reconhecido, e depois porque a minha época anterior não foi muito boa, porque tínhamos descido de divisão, e uma equipa da Divisão de Elite fazer-me um convite, e ainda bem que o fez, claro que fiquei muito feliz.

Ainda só falhaste um jogo no campeonato, porque estavas a cumprir castigo. Como é que avalias o teu desempenho?
Como disse há bocado, tento sempre esforçar-me e dar o meu máximo, penso que as coisas a nível pessoal me têm corrido bem, mas isso também se deve ao resto da equipa, porque se um falha temos sempre outro colega para corrigir o nosso erro. Até agora, tem corrido bem.

Que balanço fazes da época até agora?
Bastante positiva! Apesar termos estado numa fase menos boa, antes deste último jogo, penso que tem sido uma época bastante positiva, muito acima daquilo que as pessoas estavam à espera, pois fomos nós, grupo, que conseguimos fazer com que as pessoas sonhassem mais um bocadinho, que pusessem a fasquia um pouco mais elevada. Mas penso que temos feito uma época muito boa.


Recentemente, o capitão, Duarte, disse-nos que no “balneário também se ganha jogos”. Como é que defines o grupo?
Para ser sincero, foi dos melhores balneários que já tive, damo-nos todos muito bem, brincamos muito e para além do que trabalhamos dentro de campo, o balneário, como o próprio Duarte disse, ajuda-nos a ganhar os jogos, e nós, temos um bom balneário, sem dúvida nenhuma.

Na Divisão de Elite há jogadores com qualidade? Quais as equipas que mais te impressionaram até ao momento?
Há, bastantes. Ainda no último jogo, gostei muito dum extremo do Valadares Gaia FC. Mas também, vês jogadores que estão em fim de carreira, que jogam na Divisão de Elite, como por exemplo, o Ricardo Nascimento, do CD Candal, que joga “paradinho”, mas é muito craque, assim como o Bock, do Rebordosa AC, são jogadores que dispensam apresentações.
A equipa que mais gostei foi do Rebordosa AC, sofremos algumas dificuldades, apesar de que poderíamos ter ganho o jogo. Na altura, também gostei do CF Oliveira do Douro, apesar de eles estarem numa fase da época menos boa.

Qual o momento que mais destacas no teu percurso como jogador?
O que mais me marcou foi quando era júnior de 2º ano no Sport Progresso e já jogava nos seniores, e conseguimos subir à Divisão e Honra. 


JOGO_EXTRA_dentrojorgepereira03

És jogador do plantel sénior, mas, exerces também a função de treinador na Academia, no escalão de Intermédio B. Já alguma vez tinhas desempenhado esta função? Como tem corrido?
Como treinador principal não, já tinha sido treinador-adjunto durante 3 anos no União Nogueirense FC.
Tem corrido bastante bem, tem ocorrido alguns problemas, mas que todos têm sido solucionados. Acho que o principal objetivo está a ser cumprido, que é a evolução do jogador, e eu, como treinador da minha equipa, consigo notar uma que eles evoluíram.

Como defines a tua posição?
É das melhores posições que há! Quem ocupa essa posição, evidencia-se na defesa, mas também se pode evidenciar no ataque, como por exemplo, mas bolas paradas ofensivas. Os defesas centrais são muito importantes.

Qual o melhor jogador com quem jogaste? Jogador favorito a nível mundial na tua posição?
Foi o Santiago Silva, um avançado que no ano passado estava no União da Madeira e que agora está em Angola, no Bravos de Maquis. Um jogador muito humilde e com qualidade.
Mats Hummels! Tem classe, quem me dera ter só um bocado da classe dele (risos), sai sempre a jogar, e joga muito bem com os pés.

Por último, pedimos-te que deixes uma mensagem todos os Riotintenses.
Apoiem a nossa equipa, estamos a fazer um bom trabalho, esforçamo-nos para honrar a camisola do SC Rio Tinto. Mesmo quando não ganhamos, acho que nos deviam de apoiar, pois fazemos de tudo para ganhar, nem sempre corre bem, e não tem nada a ver com não querermos subir, pois se pudermos subir, nós subimos! Nós esforçamo-nos para atingir a melhor classificação possível.

Ao nosso central, deixamos aqui o nosso agradecimento, não só por aceder conceder-nos esta entrevista, como também pela “raça” e empenho com que defende as cores do nosso clube, quer como atleta quer como treinador das nossas escolas.

Força Sport Clube de Rio Tinto.

Dados Estatísticos – 2014/2015

Competição Adversário Res. Minutos Golos
Elite AF Porto  Gens (f) 2-2 90
Elite AF Porto  Padroense (c)  4-0 90
Elite AF Porto  Aliança Gandra (f)  1-1 90
Elite AF Porto Perafita (c) 1-0 90
Elite AF Porto Candal (c) 2-1 90
Elite AF Porto Vila Meã (f) 2-0 90
Elite AF Porto Paredes (c) 2-1 90
Elite AF Porto Aliados Lordelo (f) 1-0 90
 Elite AF Porto Valadares (c) 2-0 90
 Elite AF Porto  Leça (f) 1-0 90
Elite AF Porto Grijó (c) 2-1 90
 Elite AF Porto  Oliveira do Douro (f) 0-0 90
 Elite AF Porto Lixa (c) 2-0 90
 Elite AF Porto  Varzim B (f) 0-2 90
 Elite AF Porto  São Pedro da Cova (c) 1-3 90
 Elite AF Porto Serzedo (f) 2-1 90
 Elite AF Porto S Martinho (c) 1-3 90 1
 Elite AF Porto  Valonguense (f) 1-0 90
 Elite AF Porto  Rebordosa (c) 1-2 90
 Elite AF Porto  Gens (c) 1-0 90
 Elite AF Porto  Padroense (f) 1-2 90
 Elite AF Porto  Perafita (f) 3-1 90 1
 Elite AF Porto  Candal (f) 1-4 90 1
 Elite AF Porto Vila Meã (c) 1-3 90
 Elite AF Porto Paredes (f) 0-0 90
 Elite AF Porto Aliados Lordelo (c) 0-1 90
 Elite AF Porto Valadares (f) 2-0 90
Total 27 jogos 2430  3

 

Comentários